Corre Bino, é uma cilada!

Eu tinha combinado com Paulo Eduardo de nunca contar essa história para ninguém porque ela é vergonhosa demais, mas decidi que todo mundo já fez alguma estupidez do tipo pelo menos uma vez na vida. Eu espero que esse post crie um senso de pertencimento em todas as pessoas que já caíram em uma cilada anunciada.

Em 2017 Paulo Eduardo e eu fomos passar o feriado de 4 de Julho em Las Vegas. Não somos jogadores nem apostadores, mas tínnhamos curiosidade de saber o que se passava por lá.

Já começamos planejando mal, Julho é alto verão nos Estados Unidos e Las Vegas fica no deserto, no meio do deserto, então a temperatura mínima era 40 graus.

Já no primeiro dia decidimos fazer uma visita ao famoso Grand Canyon. Outra péssima idéia, o Grand Canyon fica mais no meio do deserto, não tem onde se esconder do sol e tinha uma fila enorme para o mirante, porque era feriado, claro.

Depois disso decidimos que íamos ficar na Strip, que é a rua principal onde ficam todos os hotéis e cassinos conhecidos de Las Vegas, assim poderíamos fugir do sol entrando nos lugares a hora que quiséssemos.

E assim foi, passamos o segundo dia entrando e saindo dos cassinos, perdendo uns dólares aqui outros acolá, tomando uma bebidinha gelada a cada parada e observando o movimento todo. Mas um dia é suficiente para quem não está lá para jogar, porque apesar dos cenários serem fantásticos, depois de um tempo acaba sendo tudo mais ou menos igual.

Strip
Perdendo umas moedas

Mailey e eu no museu de cera
Hotel Veneza
Hotel Bellagio

No terceiro dia estávamos novamente andando pela Strip quando fomos abordados por um cara dizendo que ele poderia nos dar um monte de entradas e VIPs para shows se a gente aceitasse assistir uma apresentação de vendas. Agradecemos e continuamos andando. Mas o cara veio atrás com um bloquinho mostrando todas as coisas que a gente poderia fazer se a gente assistisse a tal da apresentação que levaria mais ou menos uma hora e ainda disse que ia ter água gelada e umas comidinhas.

Como a gente tava sem rumo naquela calor do deserto e as coisas são bem cara em Vegas, decidimos aceitar. Entramos numa salinha, o cara pegou nossos nomes, nos deu as entradas e os VIPs e nos levou a uma sala de espera onde já estavam mais alguns outros casais mais ou menos do nosso perfil.

Na sala de espera tinha água gelada e uns sanduichinhos, sentamos no ar condicionado e ficamos ali beliscando até que nos chamaram para a tal da apresentação, que até então a gente nem sabia do que era.

Sentamos na frente e o cara começou. Eu não sei o nome do que eles estavam vendendo, mas é aquele esquema de você comprar um passe, tipo uma anuidade, e poder passar uma semana em algum dos hotéis ou vilas que eles têm pelo mundo pagando quase nada.

Paulo Eduardo e eu não parávamos de olhar no relógio, a gente queria logo aproveitar os passes que a gente tinha ganhado. Mas depois de uns 40 minutos, eu não sei explicar como, a gente começou a prestar atenção. O cara estava mostrando fotos de hotéis no alto das montanhas da Itália, no Havaí, na Suíça e sei lá mais onde, ficamos olhando as fotos.

Acabada a apresentação você é levado a uma mesa onde um vendedor começa a te explicar o esquema de novo. Ele te mostra uma revista com todos os hotéis, pega uma calculadora e começa a mostrar o quanto você economiza e faz uma coisa toda pra te convencer a comprar.

Nessa hora a gente já estava se imaginando passando o Natal em uma vilazinha na Noruega. Aí a gente disse que queria pensar e que ligaria no dia seguinte, o cara foi super enfático e disse que a hora que a gente saísse dali a oferta já não valeria mais.

Então eu falei pro vendedor que ia dar uma olhada nos reviews dele na Internet, o cara falou algo tipo “você sabe como é a Internet, tem de tudo, não dá pra confiar” e mudou de assunto e eu não olhei!! Eu não olhei!!!

Mais alguns minutos de conversa e Paulo Eduardo e eu já estávamos olhando preço de passagem para aquela cidadezinha na Itália e compramos o negócio. COMPRAMOS O NEGÓCIO!!!

Eu não sei nem o que dizer, eu me sinto como quem clica naqueles links dos emails que o “banco” manda e pede pra você colocar a sua senha. Tivemos tantas oportunidades de sair dali, mas os caras te cercam de uma maneira tão selvagem que você acaba envolvido naquele conto de fadas.

O vendedor nos levou para o escritório, onde uma moça nos esperava com os contratos e se foi. A moça eu acho que estava constrangida por nós, ela não conseguia nem olhar na nossa cara. Assinamos tudo e fomos embora.

Saindo de lá fomos aproveitar os passes grátis que eles nos deram e acabamos em um show de hipnose, que foi a única coisa boa dessa história toda.

De volta ao hotel a ficha começou a cair e eu não conseguia dormir. Estava me sentindo a pessoa mais estúpida da face da Terra. Eu não podia acreditar que a gente tinha comprado aquilo.

Entrei na Internet para olhar os reviews e todos diziam que era esquema de malandragem. Por que eu não olhei na hora que eu estava lá???

Pesquisei como poderia cancelar e tinham dois jeitos, ir lá pessoalmente ou mandar uma carta de cancelamento pelo correio.

Acordamos cedo no dia seguinte e fomos correndo no correio mandar a carta de cancelamento, a gente se recusou a pisar lá dentro novamente, e também ficamos com medo de sair de lá com um segundo contrato. Recebemos a confirmação de cancelamento e respiramos novamente.

Essa é a primeira vez que eu conto essa história porque eu tenho muita vergonha de admitir que a gente caiu nesse golpe ridículo, nessa cilada anunciada. E se você quiser me ajudar, pode me contar a sua história porque eu quero acreditar que eu não sou a única a cometer imensa estupidez.

E se for a Vegas, ouça o conselho da sua mãe, não fale com estranhos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s