Quem quer conversar?

Eu! Com qualquer pessoa! Sobre qualquer coisa!

Sempre fui uma pessoa extrovertida, mas costumava espalhar por aí que eu não gostava de pessoas, ou melhor, que não gostava de lidar com pessoas e de conhecer pessoas novas. Alguns até me perguntavam porque raios então eu trabalhava em Recursos Humanos. Nunca soube responder.

Precisei de 9 meses de confinamento pra descobrir que eu amo pessoas, amo lidar com pessoas e amo conhecer pessoas novas. Quanto mais gente melhor, quanto mais esquisitas e diferentes mais intrigada e animada eu fico.

Nesses 10 meses em que estamos em casa, Paulo Eduardo e eu nos encontramos socialmente com exatas 4 pessoas, duas nos Estados Unidos e duas aqui. Por pouco tempo e pouquíssimas vezes, diria que umas 3 ou 4 no máximo. São 10 meses conversando pessoalmente somente com esse homem com quem eu também convivo 24 horas por dia.

No começo era divertido, a gente conversava sobre o futuro, sobre o vírus, sobre quem estava seguindo as regras e quem não estava, especulávamos sobre quanto tempo isso ia durar, discutíamos as notícias, política, os lançamentos da Netflix e várias outras coisas. Os assuntos não acabaram, mas falar sempre com a mesma pessoa cansa um pouco, ainda mais quando você conhece bem aquele ser humano e já consegue imaginar o que ele vai dizer ou achar de praticamente qualquer assunto. (Sem querer desmerecer meu marido, que é uma excelente compania e que já não me aguenta mais).

A minha salvação nesse confinamento maluco tem sido os grupos de whatsapp. Tenho vários, com gente de vários lugares do mundo e tô sempre participando dos assuntos. Aliás, agora que eu passo o dia inteiro com a Lara, participar de conversas adultas é uma necessidade. Eu falo de tudo e quando eu não sei eu pesquiso pra poder falar.

A maior parte dos grupos é formada por amigos que se conhecem de algum lugar, do colégio, da faculdade, da vizinhança, da infância e até mesmo da família. Mas chegando aqui em Portugal eu fui incluída em um grupo fantástico, só de mulheres brasileiras que moram aqui.

Agora vejam, na minha cabeça eu viria para Portugal, ia conhecer um monte de gente bacana, sair pra tomar café e vinho, ter almoços chiques em Cascais, fazer turismo em Lisboa, viajar com a galera e tudo mais. A realidade é que eu estou trancada em casa com um bebê, um marido e dois cachorros o dia inteiro, repito, o dia inteiro.

Aí apareceu esse grupo, cheio de gente diferente, que eu nunca vi na minha vida e que nunca tinha ouvido falar de mim e esse grupo tem sido a melhor coisa que aconteceu desde que a gente chegou!

Falamos de todos os assuntos possíveis e imagináveis, tem coisa triste, coisa feliz, coisa engraçada, tudo. E essas mulheres conhecem muito bem Portugal, precisou de alguma dica é só perguntar que alguém vai saber indicar.

E já descobrimos várias coisas e até pessoas em comum. É interessante como todo mundo está mais ou menos conectado nesse mundo (o que também já foi um assunto discutido).

Não sei o que seria da minha sanidade se não fosse a tecnologia. Eu sei que o ideal é sair das redes sociais, deletar whatsapp e tentar “desaparecer” do radar virtual. Mas a verdade é que eu não estou preparada, eu preciso dessas conexões, eu preciso trocar ideias, concordar e discordar, ouvir outras opiniões, ouvir e contar histórias e, mais do que tudo, eu preciso saber que do outro lado do muro da minha casa existem outras pessoas com as mesmas angústias que eu, querendo sentir um pouco desse calor humano virtual.

E para as mulheres desse grupo de Portugal, eu só posso agradecer, porque nessa nova realidade que estamos vivendo, vocês estão trazendo o conforto e a esperança que eu não achei mais que ia achar. E pra quem também quer conversar, pode me chamar! (Terminando com uma rima pra ficar fofo 🙂 ).

2 comentários sobre “Quem quer conversar?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s