O Natal da simplicidade

Fiquei pensando em uma palavra que descrevesse o meu Natal e acabei achando uma que descreve esse meu ano inteiro, simplicidade.

Esse foi nosso primeiro Natal em Portugal e, para falar a verdade, ainda estamos nos adaptando. Não conhecemos os costumes, a casa não está completamente mobiliada, faltam vários utensílios de cozinha, não sabemos dos melhores supermercados ou das melhores marcas e, além de tudo, ainda estamos em uma pandemia.

Mas nada disso fez diferença na nossa decisão de ter um Natal simples, porque tudo isso aí pode ser arranjado, mas pensando em tudo que aconteceu no mundo esse ano, tantas pessoas morrendo, tantas pessoas doentes e sofrendo (mais do que o normal) e a vida de (quase) todo mundo fora dos eixos, achamos que não fazia sentido uma grande festa, com grandes decorações, muita comida e muitos presentes.

Não podíamos ter tomado decisão melhor.

Passamos o Natal em casa mesmo, com mais um casal de amigos. Fizemos uma troca de presentes simbólica só entre nós e preparamos uma ceia vegana maravilhosa (aprovada por Paulo Eduardo, que não é nem vegetariano), mas sem exageros. Nada de se arrumar muito ou enlouquecer com a limpeza da casa, estávamos todos com roupas confortáveis, curtindo um vinho e conversando. Foi perfeito.

Esse foi o meu presente, um kit de fofuras veganas 🙂

Claro que eu senti falta da minha família e daquele calorzinho do Brasil (ou do aquecimento central nas casas dos Estados Unidos), mas esse foi o Natal perfeito para encerrar esse ano. Foi um símbolo de tudo que a gente passou e de todas as coisas que a gente se desfez pra conseguir chegar aqui.

Começamos e terminamos o Natal na praia e parece que estar na praia sempre me dá uma perspectiva diferente. Eu agora quero que SIMPLICIDADE seja também a palavra para 2021. Menos consumo, menos lixo, menos preocupação com aparências, sem trabalhos que dão dinheiro mas não trazem felicidade e sem pessoas que não me fazem bem. Quero ter um ano simples, aproveitando os pequenos momentos e focando a minha energia no que é importante para mim e para a minha família.

Essa semana entre Natal e ano novo é, para mim, o encerramento desse ciclo doido que foi 2020. Eu sei que ano que vem ainda teremos o vírus, que a vacina vai demorar um pouco e que as coisas não estarão muito mais fáceis, mas a mudança está em mim, eu que começo a enxergar o mundo e a vida de forma diferente. Mas não vou fazer disso uma promessa de ano novo, porque essas eu nunca cumpro!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s