Hoje eu coloquei o pé na areia!

Concordo que o título está um pouco dramático já que não é a primeira vez que eu coloco o pé na areia, eu não sou a única pessoa a ter colocado o pé na areia e, convenhamos, colocar o pé na areia não é nada que mereça a primeira página de um blog.

Mas o pé na areia de hoje foi diferente.

Quem me conhece sabe que, em termos de espontaneidade, eu sou do time da espontaneidade calculada. Eu sou capaz de atos espontâneos, mas nunca sem antes analisar e pesar as consequências. Eu sempre penso o que vai acontecer depois, como eu provavelmente vou me sentir, o que eu provavelmente vou ter que fazer e coisas assim, sempre tentando antecipar o que vem depois.

Com o pé na areia não seria diferente. Eu estava andando de tênis na praia, está bem frio aqui hoje, mas eu vi muitas pessoas passando com os pés no chão e os sapatos na mão. Me deu vontade de tirar meu tênis, mas eu imediatamente comecei a pensar que “a areia está gelada, meu pé vai ficar sujo, eu tenho que andar no estacionamento pra chegar no carro – vou andar descalça ou colocar o tênis com o pé cheio de areia, vai fazer sujeira no carro” e por aí vai. Desisti e continuei minha caminhada com os pés limpos e protegidos.

Mas depois de alguns minutos eu comecei a pensar em todas as coisas que eu estava aprendendo sobre mim e sobre a vida com as minhas sessões de terapia, o coach online que eu estou fazendo e todas as descobertas pessoais que eu tive nos últimos meses durante a pandemia e, sem pensar duas vezes, tirei o tênis e coloquei o pé na areia. E fui além, pisei na água geladíssima do mar.

Foi glorioso, uma sensação de vitória como há muito tempo eu não sentia.

Eu sei que pode parecer banal, mas nessa minha busca por um trabalho que eu ame, eu descobri que durante a minha vida inteira eu deixei de fazer muitas coisas que eu gosto por antecipar o que eu acho que vai acontecer. Normalmente acreditando que o resultado não vai ser positivo e que, portanto, não vale a pena tentar.

Foi um choque perceber isso. Fiquei pensando em todas as coisas que eu deixei de fazer com medo de que não dessem certo ou que não atendessem às expectativas de sei lá quem.

Mas aquele pé na areia foi o primeiro passo para fora dessa bolha. Eu sempre gostei de escrever e compartilhar minhas idéias e aventuras, muitas pessoas me falam que gostam de ler o que eu escrevo e até sugerem que eu escreva um livro ou algo assim, mas eu sempre deixei isso engavetado, pensando que o esforço não valeria a pena.

Pois hoje, em um segundo ato de espontaneidade (não calculada) eu comecei esse blog, sem me preocupar com o que vai acontecer depois.

E se você, como eu, também age com espontaneidade calculada, eu te convido a fazer UM ato espontâneo no dia de hoje. Algo que você tem vontade, mas preguiça ou medo de fazer.

E sim, eu sei que espontaneidade calculada não existe, mas dá um certo conforto saber que eu posso ser espontânea enquanto ainda penso e imagino cada detalhe do que pode acontecer. 🙂

4 comentários sobre “Hoje eu coloquei o pé na areia!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s